Estrelas e Planetas: Urano

Urano é o sétimo planeta a partir do Sol, o terceiro maior e o quarto mais massivo dos oito planetas do Sistema Solar. Foi nomeado em homenagem ao deus grego do céu, Urano, o pai de Cronos e o avô de Zeus.

https://naturezacuriosa.bioorbis.org/2019/08/planeta-urano.html
O planeta Urano. Fonte da imagem: decifrandoastronomia.

Urano é outro gigante gasoso, constituído principalmente por hidrogênio e hélio. Nessa  foto abaixo, tirada pela Voyager 2, foi feita a uma distância de mais de 9 milhões de quilômetros. Mostra o planeta como um mundo azul-esverdeado, como apareceria aos olhos humanos. A imagem da direita foi processada por computador para aumentar o contraste, tornando aparentes detalhes sutis da atmosfera de Urano.





Atmosfera de Urano. Fonte da imagem: NASA.

Dados do planeta Urano


Diâmetro (Km): 51.118.
Massa (Terra = 1): 14,53.
Período de rotação em torno do eixo (horas): 17,9.
Período de órbita (anos): 84,01.
Distância do Sol (Km): 2.870.990.000.
Inclinação da órbita em graus de eclíptica (º): 0,77.
Densidade média (g/cm³): 1,29.
Volume (Terra = 1): 64.
Inclinação do eixo (º): 97,86.
Número de satélites: 15

Anéis de Urano



Anéis de Urano. Fonte da imagem: Medium.

Esta foto acima, de uma imagem da Voyager 2, mostra o sistema de anéis uranianos, com muitos de seus 10 anéis claramente visíveis. O décimo anel, descoberto pela Voyager, é quase invisível aqui, mas está entre os anéis Epsílon (em cima) e delta.



Satélites de Urano


As fotos abaixo, feitas pela Voyager cm intervalo de temo, mostram exemplos de nuvens brancas turbilhonantes se movendo sobre a superfície de Urano. O movimento dessas nuvens sugere que Urano, como a Terra, está sujeito a condições instáveis de tempo.


Nuvens em Urano. Fonte da imagem: Revista Galileu.

Dados sobre os satélites de Urano

Cordélia
Diâmetro: 30
Distância do centro do planeta (Km): 49.750
Período orbital (dias): 0,335

Ofélia
Diâmetro: 30
Distância do centro do planeta (Km): 53.760
Período orbital (dias): 0,376

Bianca
Diâmetro: 40
Distância do centro do planeta (Km): 59.160
Período orbital (dias): 0,435

Créssida
Diâmetro: 70
Distância do centro do planeta (Km): 61.770
Período orbital (dias): 0,464

Desdêmona
Diâmetro: 60
Distância do centro do planeta (Km): 62.660
Período orbital (dias): 0,474

Julieta
Diâmetro: 80
Distância do centro do planeta (Km): 64.360
Período orbital (dias): 0,493

Pórcia
Diâmetro: 110
Distância do centro do planeta (Km): 66.100
Período orbital (dias): 0,513

Rosalinda
Diâmetro: 60
Distância do centro do planeta (Km): 69.930
Período orbital (dias): 0,558

Belinda
Diâmetro: 70
Distância do centro do planeta (Km): 75.260
Período orbital (dias): 0,624

Puck
Diâmetro: 150
Distância do centro do planeta (Km): 86.010
Período orbital (dias): 0,762

Miranda

Este é de longe o satélite mais interessante geologicamente, visto nessa foto abaixo feita pela Voyager 2 a uma distância de mais de 30 mil quilômetros. Descobriu-se que a superfície de Miranda tem vários tipos de terrenos.


Satélite de Urano, Miranda. Fonte da imagem: Astronoo.

Escapas mais velhas, acidentadas, com muitas crateras, contrastam bastante com regiões bem mais claras, com vários espinhaços cortados por vales encaixados em falhas. A falha maior retratada pelas câmeras da Voyager é mostrada aqui, abaixo e à direita do centro, e sua extensão é cerca de 20 quilômetros.



Diâmetro: 470
Distância do centro do planeta (Km): 129.780
Período orbital (dias): 1,414

Ariel
Diâmetro: 1,160
Distância do centro do planeta (Km): 191.240
Período orbital (dias): 2,520

Umbriel
Diâmetro: 1.170
Distância do centro do planeta (Km): 265.970
Período orbital (dias): 4,144

Titânia
Diâmetro: 1.580
Distância do centro do planeta (Km): 435.840
Período orbital (dias): 8,706

Oberon
Diâmetro: 1.520
Distância do centro do planeta (Km): 582.600
Período orbital (dias): 13,463

Satélites protetores



Satélites protetores de Urano, Cordélia e Ofélia. Fonte da imagem: Wikipédia.

Percebeu-se que Cordélia e Ofélia, duas das luas descobertas pela Voyager 2 e mostradas nesta foto acima, são satélites protetores. Descrevem órbitas em tono de Urano dos dois lados do anel Epsílon. As influências gravitacionais dos dois satélites mantêm o anel Epsílon, impedindo que as partículas de dentro deles se espalhem.

Para finalizar veja um vídeo do nosso canal BioOrbis, sobre 🌟 Contemplando as ESTRELAS:


Comentários

Seguidores

Agregadores

GeraLinks - Agregador de links Uêba - Os Melhores Links Linka Links - Agregador de links Trends Tops Agregador de Links Eu Te Salvo O 1º agregador de conteúdo de Portugal