Estrelas e Planetas: Aglomerados Estelares

Aglomerados estelares ou nuvens estelares são grupos de estrelas.


Imagem de WikiImages por Pixabay


Esses aglomerados se definem dois tipos: aglomerados globulares são grupos concentrados de centenas ou milhares de estrelas muito velhas que são gravitacionalmente ligadas, enquanto aglomerados abertos são grupos mais dispersos de estrelas, geralmente contendo menos que algumas centenas de membros, normalmente muito jovens. Aglomerados abertos são rompidos com o tempo pela influência gravitacional de nuvens moleculares gigantes, à medida que se movem pela galáxia, mas os membros do aglomerado continuam a mover-se aproximadamente na mesma direção, mesmo sem estarem mais gravitacionalmente ligados; eles então são conhecidos como associações estelares e, às vezes, de grupos em movimento.


Leia também:


A caixa de joias


O aglomerado Caixa de Joias pode ser visto a olho nu, que é um dos mais jovens aglomerados estelares conhecidos. Situado em uma área rica da Via-Láctea, essa coleção maravilhosa de estrelas é um dos espetáculos do céu meridional. Situa-se a cerca de 3.500 anos-luz da Terra.


Leia também:


47 Tucanos


Os aglomerados estelares são muito diferentes dos abertos não apenas em tamanho e forma, mas em distribuição. São coleções esféricas de estrelas, que contêm até centenas de milhares ou mais membros individuais. Acredita-se que a 47 Tucanos é um dos aglomerados estelares mais bonitos. É facilmente visível a olho nu como um objeto difuso, semelhante a uma estrela brilhando com uma magnitude total de cerca de 4,5. É um sistema enorme com um diâmetro de mais de 200 anos-luz e uma luminosidade total efetiva de mais de 250 mil vezes a do Sol.


Para finalizar veja um vídeo do nosso canal BioOrbis, sobre 🌟 Contemplando as ESTRELAS:

Comentários

Seguidores

Agregadores

GeraLinks - Agregador de links Trends Tops Agregador de Links Vagando na Net