Os cactos do gênero Stenocactus

Os cactos do gênero Stenocactus são globulares, e o que chama a atenção são suas flores belas e vistosas.


Esses cactos tem origem do México. São plantas de pleno sol, vivendo em desertos. A floração desses cactos começam no final do inverno e durante toda a primavera, dependendo da espécie.


Espécies de cactos do gênero Stenocactus


Agora vamos as espécies desse gênero:


Cacto Stenocactus pentacanthus


Fonte da imagem: pinterest.


Esses cactos são globulares de cor verde-acinzentadas com 30 a 40 arestas de bordas onduladas com poucas aréolas. Estas possuem 5 espinhos marrom-acinzentados: os superiores chegam a 5 cm e os inferiores a 1 cm. Suas flores se abrem durante o dia e tem 2 cm, começando a floração na primavera.


http://www.youtube.com/channel/UC35bJ9Kkm5PlL3nzJdsZv3g?sub_confirmation=1?sub_confirmation=1


Cacto Stenocactus coptonogonus


Fonte da imagem: Wikipedia/Author H. Zell


Este cacto cresce no semi-deserto, tanto em solo vulcânico como calcário. A espécie tem uma extensa área de distribuição com um tamanho populacional estimado em mais de 1.000.000 de indivíduos e é relativamente estável, porém a coleta ilegal ameaça algumas subpopulações. Este cacto é usado como ornamental e normalmente é encontrado em outros lugares como plantas propagadas.


Leia também:


Cacto Stenocactus crispatus


Fonte da imagem: Wikipedia/Author Raffi Kojian


Esses cactos tem 20 cm de altura, 10 cm de largura, globoso, ou curto-cilíndrico, um pouco deprimido no ápice, verde-azulado, verde-escuro mate ou verde-oliva escuro. As cristas achatadas, onduladas ou enroladas desta espécie são características de outras.


Leia também:


Cacto Stenocactus multicostatus


Fonte da imagem: Wikipedia/Author Peter A. Mansfeld


Esses cactos são nativos dos desertos do México e é popular na comunidade de jardinagem. Embora tenha sido relatado apenas nos matagais de Chihuahua , Coahuila , Durango , Nuevo León , San Luis Potosí , Zacatecas, e Tamaulipas, ainda não foi avaliado usando as categorias e critérios da IUCN porque sua taxonomia é ainda não está claro. Cresce até 6 cm de altura, 6 a 10 cm de largura. Tem cerca de 100 costelas finas ao redor, cada uma com seis a nove espinhos. Os espinhos superiores são mais largos, com 4 a 8 cm de comprimento, enquanto os inferiores são mais curtos, com 5 a 15 mm de comprimento. A flor é branca a roxa, de 2 a 5 cm de diâmetro com muitos estames.


Leia também:


Cacto Stenocactus obvallatus


Fonte da imagem: Wikipedia/Author Jofre


É muito provável que a espécie desses cactos ocorra em matagal desértico. O gênero Stenocactus precisa de revisão taxonômica porque há uma falta geral de compreensão sobre a posição taxonômica da espécie dentro do gênero e, portanto, não é possível definir os limites espaciais ou sistemáticos do táxon. Não é possível estabelecer o tamanho da população, pois sua taxonomia é incerta.


Leia também:


Cacto Stenocactus ochoterenanus


Fonte da imagem: Wikipedia/Author Averater


Está espécie de cacto tem uma taxonomia incerta cresce no deserto esfoliação juntamente com Mammillaria bombycina.


São cactos solitários ou agrupados caracterizado por numerosos espinhos radiais aciculares. Suas flores são rosa pálido ou amarelo esverdeado pálido, 2,5 cm de comprimento.


Leia também:


Cacto Stenocactus phyllacanthus


Fonte da imagem: Wikipedia/Author Peter A. Mansfeld


Esses cactos são globulares de cor verde-azulados, com 30 a 35 arestas de brodas onduladas com aréolas. Os espinhos vermelhos passam a marrom. Há de 2 a 7 no total, sendo que os 3 superiores são achatados e os demais são finos e espalhados. Flores se abrem de dia na primavera.


Leia também:


Cacto Stenocactus vaupelianus


Fonte da imagem: llifle/Foto por: Peiffer Clement


Esses cactos tem cor verde-clara, espinhos radiais brancos mais densos e finos, espinhos amarelos a castanhos e flores amareladas. No entanto a sua classificação é controversa e todas as informações disponíveis sobre este táxon só podem ser descritas como contraditórias, e a maioria das plantas rotuladas como Stenocactus vaupelianus não se encaixa em nada na descrição original de Dietrich. Esta espécie é considerada Dados Deficientes porque há uma falta geral de compreensão sobre a posição taxonômica da espécie dentro do gênero e, portanto, não é possível definir os limites espaciais ou sistemáticos do táxon.

Comentários

Seguidores

Agregadores

GeraLinks - Agregador de links