A erva estramônio características, usos e dicas de plantio

Por incrível que pareça, essa é uma era que é encontrada em apenas em terras desérticas.


Imagem de WikimediaImages por Pixabay


✅ Canal no Youtube | Inscreva-se AGORA ✅


A erva estramônio, conhecida cientificamente como Datura stramonium, e também vulgarmente designada como trombeta, trombeteira, estramónio/estramônio, figueira-do-demo, figueira-do-diabo, figueira-do-inferno, figueira brava e zabumba,  é uma erva ereta anual, em média com 30 a 200 cm de altura.


Leia também:


Características da erva estramônio


Suas folhas são grandes, 7 a 20 cm e tem dentes irregulares semelhante às folhas de carvalho. Suas flores apresentam uma das características mais distintivas da estramônio : elas possuem formas de trombetas, cores que vão de branco para púrpura, com tamanho de de 5 a 17,5 cm, sendo, entretanto, constantemente confundidas com lírios.


As flores, com a mesma fragrância da planta Mirabilis jalapa, elas abrem e fecham irregularmente durante a noite, ganhando o apelido de Planta-da-Lua.


Seus frutos tem forma oval e é coberta de espinhos; é dividida em quatro câmaras, cada uma delas com dúzias de sementes de cor negra e pequenas. Toda parte da planta emite um odor fétido quando esmagada ou apertada.


Leia mais também:


Usos da erva estramônio


Essa erva e outras variedades de espécies do gênero Datura fazem parte das farmacopeias tradicionais de diversos povos euro-asiáticos e ameríndios. Seus princípios ativos são os alcalóides tropânicos atropina, hiosciamina e escopolamina, que são classificados como anticolinérgicos.


Leia também:


Dicas de plantio


Deve ser plantada em solo pobre se for semeada na primavera.

Comentários

Seguidores

Agregadores

GeraLinks - Agregador de links