A planta perene alfinete: características, usos e dicas de cultivo

Essa bela planta atrai muitas borboletas para seu jardim e são plantas encorpadas que se propagam facilmente e semeiam-se espontaneamente.

Fonte da imagem: Wikipedia/W.Baumgartner - Obra do próprio




Características da planta alfinete


A planta alfinete (Centranthus ruber), tem folhas são geralmente 5-8 cm de comprimento. Sua forma muda de baixo para cima da planta, sendo as folhas inferiores pecioladas enquanto as folhas superiores são sésseis . As folhas crescem em pares opostos e são ovais ou lanceoladas em forma.

A planta floresce profusamente e, embora as flores individuais sejam pequenas (não mais de 2 mm), as inflorescências são grandes e vistosas. As flores são pequenas em cachos arredondados, cada um com 5 pétalas fundidas e um esporão. A cor mais típica é um vermelho tijolo ou vermelho arroxeado, mas as cores incluem carmesim profundo, rosa pálido e lavanda. Centranthus ruber 'Albus' (cerca de 10% dos indivíduos) tem flores brancas. A floração ocorre no início do verão e, em áreas frescas de verão, continua esporadicamente durante todo o verão e no outono. A cultivar 'coccineus' é especialmente de longa floração. As flores têm um cheiro forte e um tanto rançoso.

Leia também:

Cultivo da planta alfinete


Cresce como uma planta perene , geralmente como um subarbusto , embora possa assumir qualquer forma, desde uma planta herbácea a um arbusto , dependendo das condições; as plantas são geralmente lenhosas na base. Eles são polinizados por abelhas e borboletas e a planta é conhecida por atrair insetos.

É utilizada como planta alimentícia pelas larvas de algumas espécies de Lepidoptera incluindo sombras de ângulo . As sementes têm tufos semelhantes aos dentes-de- leão que permitem a dispersão pelo vento e, como tal, podem se auto-semear livremente e se tornar invasivos se não forem devidamente controlados.


Usos e propriedades da planta alfinete


As folhas podem ser consumidas cruas em saladas ou cozidas como legumes, sendo certo o forte perfume que exalam, pode não ser o mais aperiente. As sementes chegaram a ser usadas, historicamente, na confecção de óleos de embalsamação.

Produz efeitos depressores do sistema nervoso central similares aos da valeriana. Com efeito, há estudos recentes que demonstram que as propriedades sedativas da tintura obtida a partir da raiz da boliana, quando administrada por via oral, em ratos, é significativa.

Tendo em vista a sua reduzida toxicidade, face à sua expressiva atividade, há autores, como J. Iglesias e R. San Martin, que propõe a possibilidade de se usar a valeriana-vermelha como um sucedâneo, mais fraco da valeriana. Tem propriedades anti-espasmódicas e anti-escorbuticas. É amplamente usada como planta ornamental.

Comentários

Seguidores

Agregadores

GeraLinks - Agregador de links